Imprimir

Padre Fabiano

Escrito por Jehoval Junior.

 

Foi o 'chefe espiritual' de Capivari de 1839 a 1875, sendo o mais admirado sacerdote da vida paroquial da cidade. Durante 36 anos comandou a Igreja Matriz de São João Batista.

Era natural de Sorocaba, nascido em 4 de junho de 1807. Foi ordenado na Quinta Episcopal de Santo Antônio, por d. Manuel Joaquim Gonçalves de Andrade, aos 21 de dezembro de 1832.

No período de 1831 a 1832, manteve na cidade, na rua da Paciência (hoje, Tiradentes), uma escola de primeiras letras.

Foi um grande chefe do Partido Liberal, elegendo-se em 1864 a deputado provincial. Ele é o autor da lei que elevou Capivari à categoria de cidade, em 22 de abril de 1864.

Promoveu a construção do cemitério municipal, inaugurado em 1852 – trata-se do antigo cemitério, que existiu no local onde, hoje, está a Escola Estadual Padre Fabiano José Moreira de Camargo.

Auxiliou a reconstrução da Igreja Matriz, realizada por Antônio Pires.

Foi médico e boticário, trabalhando gratuitamente para diminuir a pobreza. Foi orador fluente, convocado para pregar nas solenidades da Semana Santa, da capital da Província.

Hoje, dá nome para uma das ruas mais importantes do município e a uma escola com uma arquitetura fascinante, localizada em uma área privilegiada do município.

Morreu em 11 de fevereiro de 1875 e foi sepultado na Igreja Matriz de São João Batista. Após alguns anos, seu corpo foi transferido para o cemitério da cidade.

 

 

EMPRESAS COM
RESPONSABILIDADE SOCIAL
linha_sep_sfdum-dumemecarrara